E o vento vai levando tudo embora...

Compartilhar Post de desabafo pra dizer que nunca me senti tão insignificante na minha vida.

<<Alerta de Clichês no Texto>>

Alguns anos atrás passei por uma grande decepção com dois amigos da época da escola e por conta disso prometi nunca mais me abrir para novas amizades.

Bom, isso não aconteceu. Dizem que não é porque uma rosa nos espetou que vamos odiar todas as outras, correto?! E é claro, me deixei cativar.

Sabe, se deixar cativar por alguém é algo muito gostoso e também muito perigoso, pois quando a pessoa decide te excluir da vida dela, fica aquele buraco no peito.

Percebi que eu definitivamente não sei lidar com a ausência de uma pessoa querida, que eu admiro e gostava de falar todos os dias o dia inteiro por horas e horas. Acho que o pior de tudo é simplesmente não entender, não saber onde errei.

Sei que tenho muitos defeitos (sou chata, grudenta, intensa, meio lerda...) mas acreditava que minhas qualidades compensavam isso (sou companheira, fiel, esforçada, carinhosa...). A verdade é que eu sempre tento dar o melhor de mim para as pessoas que eu gosto. Não sei fingir indiferença, não sei fazer joguinho, não sei fingir não me importar e não sei não demonstrar, pois a vida é uma só e acaba, acredito que temos que ser intensos e demonstrar hoje pois não existe amanhã. E eu sou assim. Apesar de todos os meus defeitos, pulo de cabeça, me esforço para ser eu mesma, demonstro e sou sincera. Se for pra pular, que seja sem paraquedas. E foi assim que eu me quebrei...

Triste, quando ao partir, alguém te parte junto.



Só queria dizer que sei lá, nunca subestime a marca que você deixa nas pessoas.

Sai daqui sua barata

Compartilhar Andando dentro de casa, descalça, sinto que pisei em algo... Quando olho para o chão, vejo algo gigante se mexendo, com asas barulhentas... Tive uma crise histérica, berrei e comecei a chorar... Não sou dessas e achei minha reação bem desproporcional... Era uma barata gordinha, enorme e horrorosa... Fico arrepiada e passando mal só de lembrar o barulho das asas dela batendo, só de pensar que ela encostou em mim, estou com nervoso no pé até hoje e isso já faz alguns dias...
Pois bem, não gosto de baratas, isso é verdade. Mas também não sou assim, geralmente eu mato numa boa e vida que segue... Na hora não entendi bem o motivo de tanto drama, levando em conta que foi uma reação involuntária e um tanto quanto exagerada, na hora não entendi bem... Navegando pela interwebs agora encontrei um quadrinho com uma frase da Martha Medeiros (adoro as coisas que ela escreve) e tudo fez sentido:




Dúvidas dirimidas, o episódio da barata não podia passar em branco e veio acompanhado de trilha sonora. Pra quem não lembra, época de MSN, anos 2000, internet de raiz... Essa musiquinha fez o maior sucesso e agora não sai mais da minha cabeça:



Quero me encontrar mas não sei onde estou

Compartilhar Parece que quanto mais tentamos navegar pra longe pra nos perder mais nos encontramos por aí...

Dessa vez me achei nos Desenhos de um garoto solitário, outro artista incrível!

Difícil foi separar poucos quadrinhos que me identifiquei para postar, então dividi em dois posts... Nesse vou colocar os quadrinhos que combinam com o momento que estou passando, no próximo colocarei quadrinhos que me identifico em geral, com a vida...

Uma triste realidade...
 
Exatamente! Por motivos de lembranças começarei a trabalhar 16h por dia!

=/


Aquele momento na vida que você descobre que respirar dói -.-



simplesmente *


:'(




It hurts!

Crie expectativas, eles disseram... (meme)



Aí você desativa o wifi por alguns minutos na tentativa de fingir que não aconteceu haha


</3



A perturbada da corte

Compartilhar
Engraçado como as coisas são relativas... A imagem à esquerda costumava ser motivacional pra mim, pois tenho tido muitos dias em que sair da cama tem sim sido uma grande vitória! Porém, como tudo é relativo (em breve farei um post sobre minha teoria da relatividade para explicar esses pensamentos que cada dia fazem mais sentido), ultimamente esse quadrinho só tem me deixado pra baixo, não consigo mais enxergar o fato de conseguir sair da cama como uma pequena vitória mas sim como mais uma lembrança do quanto estou no fundo do poço...


Navegando pelos mares da internet, a fim de me perder um pouco, eis que ao invés de me perder, me encontro nos quadrinhos de uma moça. Foi assim que sem querer encontrei a página Anna Bolenna - A perturbada da corte no facebook. É engraçado encontrar algo que reflete totalmente nossa alma, nossos sentimentos... É engraçado perceber que outras pessoas sentem exatamente o mesmo que você. E é incrível o modo como a autora Amanda Reis (pseudônimo Bianca Reis) conseguiu transformar esses sentimentos em arte. Super recomendo o trabalho dela, assim que possível quero comprar o livro! No site ela também vende quadrinhos, fica a dica se você está lendo isso e se identificou muito com alguma tirinha em especial, você pode tê-la na parede do seu quarto :D

Salvei os quadrinhos que mais me identifiquei, seguem abaixo:


Eu não conseguiria explicar melhor...

Deve ser por isso que eu gosto tanto de abraços ^^

Principalmente tomando banho... Sou adepta do banhoterapia, aquele momento do dia em que posso deixar as emoções me dominar...

=/

#bipolar :):








Eu e meu velho problema de criar expectativas...

:'( 
As pessoas não entendem, pensam que é preguiça... Quando estou dormindo minha mente não está sendo massacrada por pensamentos e meu coração não está doendo...





E assim tem sido meus dias...


Blog no blog

Compartilhar


Começando sem formalidades, vou direto ao ponto: de todas as ideias malucas que tive (e foram muitas, mas isso é uma outra história que deverá ser contada em um outro momento...) creio que essa seja a mais doida de todas!

Quem me conhece e convive comigo sabe que sou uma leonina com ascendente, lua, sol (e tudo que tem direito) em gêmeos, nunca vi pessoa mais bipolar que eu! Por conta disso, sou muito volúvel também... Tenho uma ideia e antes mesmo de conseguir executá-la já me pego fazendo planos para uma nova ideia e assim por diante... Se agora estou gargalhando de rir, não pisque, pois no minuto seguinte possivelmente estarei soluçando de tanto chorar... Isso é, se eu não estiver rindo e chorando ao mesmo tempo...
Não! Esse primeiro post não é pra falar de mim... Ou talvez seja, não sei. Quem sabe?!

Sei que a vida é feita de fases e muitas coisas não tem explicação... Então vamos dizer que estou passando por uma fase esquisita faz um bom tempo e de uns tempos pra cá tenho ficado cada vez mais esquecida. Pois é, esquisita e esquecida... Que combinação! Muitas coisas passam pela minha cabeça e os pensamentos voam... Um volume imenso de questionamentos numa rotação que não estou conseguindo processar... O engraçado é que eu não era esquecida assim... Sou o tipo de pessoa que se lembra de tudo... Ou costumava lembrar... Aquela pessoa que tem memória de elefante: me apego a detalhes, gosto de lembranças, gosto de absorver tudo... "Ah, é distração! Não presta atenção nas coisas..." - você pode dizer. Não sei. Não sei o motivo mas sei que esse esquecimento me incomoda profundamente; não sei se estou sempre com a cabeça no mundo da lua, se é o alemão atacando precocemente (Herr Alzheimer) ou o que é. Não sei se é fase ou se é uma condição permanente. Hoje de tarde assisti "Indiana Jones" pela primeira vez e adorei o filme, sabe? Porém, faz duas horas que estou tentando lembrar o final e não consigo -.- (O que acontece com a Arca, mds??)

Bom, a intenção não era falar de mim nem fazer textão, então retomando para o que importa... Quero contar como surgiu o "Blog no blog".

Sempre adorei gifs e agora que é possível transformar meus vídeos em gifs pelo whatsapp, fiquei viciada haha
Como uma coisa leva a outra, lembrei do "Draw my life" e bom, não tenho dom pra desenhar (apesar de na adolescência ter sonhado muito em ser desenhista e até ter feito cursos), então pensei que contar um pouquinho da minha vida através de Gifs seria algo muito interessante, criativo e diferente! De início pensei em criar um blog novo para usar exclusivamente para esse fim, em seguida pensei que eu sempre faço isso, pulo de um projeto para outro e depois abandono todos... Até porque, bipolar, lembra?! Hoje estou achando muito interessante a ideia dos gifs mas quem sabe se amanhã continuará sendo interessante?! E mais: eu gosto de muitas coisas distintas, fica inviável criar um novo blog para cada uma delas...





Ta-dá! Essa é a história e nesse espaço colocarei e falarei de tudo, preparem-se para entrar no meu mundo eclético de diversidades! Aproveitarei pra colocar também todas as "coisinhas bacanas" que salvei no meu celular pra não esquecer, porque bom, consegui lotar o armazenamento interno e meu cartão sd, então ficou inviável continuar usando o celular como hd externo do meu cérebro...

Bom, é isso. Espero que gostem da iniciativa mas preciso dizer, se ninguém gostar, ao menos tenho certeza de que minha outra personalidade irá adorar ler tudo que eu tenho a dizer! huashuahusa

Pra finalizar, só digo uma coisa: não digo nada! E digo mais: só digo isso!

Beijos e cuidado com #aloka =P

Guru do Gugu

Compartilhar

Quem se lembra do "Guru do Gugu"?!

Sucesso nos anos 90, era só fazer uma pergunta e apertar sua barriga que ele dava uma resposta: Sim! Não! Talvez!

Disponível nas cores Azul, Vermelho e Amarelo.











Tinha até musiquinha:

Olho arregalado, cabelo malucão
Ele é fofinho, tem um barrigão
Tipo diferente, bem simpaticão
O Guru do Gugu é legal pra chuchu
O Guru do Gugu é legal pra chuchu

O mundo de onde veio é o da imaginação
Está sempre sorrindo, é um amigão
Se quero um conselho, um sim, talvez ou não
O Guru do Gugu é legal pra chuchu
O Guru do Gugu é legal pra chuchu

Será que vai dar certo? Pergunte pro Guru!
Se ela gosta de mim? Pergunte pro Guru!
Será que vai ter chuva, amor ou dinheiro?
Pergunte pro Guru, o Guru do Gugu!

Gu, gu, gu, o Guru do Gugu
Gu, gu, gu, o Guru do Gugu
Gu, gu, gu, o Guru do Gugu
Gu, gu, gu, o Guru do Gugu

Correios: Indenização por Atraso

Compartilhar Sei que o principal objetivo do blog é celebrar o saudosismo de outrora ou apresentar grandes novidades do nosso mundo moderno... Mas já estamos em 2015 e o serviço dos Correios continua deixando a desejar.

Depois de receber e entregar diversas encomendas com atraso, ter outras extraviadas (que até hoje não foram reembolsadas), venho aqui trazer um assunto de utilidade pública como forma de protesto.

Você sabia que existe uma Lei que garante uma indenização no caso de atraso na entrega da sua encomenda? Isso mesmo! Você não leu errado. Se a sua encomenda sofrer atraso, de 1 único dia que seja, você tem o DIREITO de ser indenizado por isso.


Em caso de descumprimento do prazo de entrega por parte da ECT, devido à falha na prestação do serviço contratado, o cliente fará jus à restituição do preço postal (aplicado somente sobre o valor da remessa, excetuando-se os Serviços Adicionais), conforme percentual especificado:
50% - SEDEX 10 e SEDEX Hoje
30% - SEDEX, SEDEX a cobrar, PAC e Reembolso Postal
20% - e-SEDEX
Amparo Legal
Segundo nosso Código Civil, todo aquele que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, violar direito e causar dano a outrem, ainda que exclusivamente moral, comete ato ilícito (Art. 186,CC). Aquele que, por ato ilícito (arts. 186 e 187), causar dano a outrem, fica obrigado a repará-lo. (Art. 927, CC). Podemos citar ainda o Código de Defesa do Consumidor, que também regula sobre o assunto.
Isso significa que, qualquer empresa que por deficiência na prestação de serviço ocasionar dano à alguém, deve repará-lo. Isso aplica-se também às empresas públicas.
Trocando em miúdos
Na prática, qualquer encomenda atrasada gera direito à indenização e ressarcimento postal ao remetente. A indenização é paga à quem enviou a encomenda, pois é dele a responsabilidade sobre a encomenda até que chegue ao destinatário.
Se os Correios atrasarem a encomenda mesmo que em apenas 1 (um) dia, está obrigado à indenizar o cliente. Essa sanção aplicada tem caráter pedagógico, deveria servir como exemplo para que os atrasos não mais acontecessem. O ideal seria que todas as encomendas fossem entregues rigorosamente em dia, já que a própria ECT (Empresa de Correios e Telégrafos) estabelece o prazo de entrega e, mesmo assim, muitas vezes não consegue cumprir.


Agora que você já sabe que tem direito a ser indenizado em caso de atraso, precisa saber como exercê-lo.
Inicialmente, você precisa obter o prazo previsto para entrega da sua encomenda através do Calculador Online de Prazos e Tarifas dos Correios. Depois, você precisa calcular o prazo contando apenas dias úteis.
Constatado o atraso, você deve proceder com a solicitação de indenização junto aos Correios, pelo site deles na opção Fale Conosco. Para facilitar deixo aqui o link direto para efetuar sua reclamação: http://www2.correios.com.br/sistemas/falecomoscorreios/
Você deve preencher um cadastro de RECLAMAÇÃO com aproximadamente 15 informações, não esquecendo de colocar corretamente o código de rastreio. Na primeira vez que preenchi o cadastro, antes mesmo de enviar apareceu uma mensagem de erro dizendo não ser possível abrir a reclamação. Como sou uma mula teimosa, preenchi tudo novamente e mandei. Na 2ª tentativa funcionou.
Após seguir esses passos, você receberá um e-mail de confirmação com o número do protocolo da reclamação e a opção de cadastrar seus dados bancários, se não quiser receber por vale-postal. Como não tenho paciência para ir até uma agência dos Correios e passar algum tempo em filas, optei por solicitar receber através da minha conta bancária.
Ao cadastrar meus dados bancários, cerca de meia hora depois já recebi um e-mail com a resposta da minha manifestação, confirmando o atraso na entrega e o pagamento da indenização que será efetuado em até 10 dias.
Uma indenização no valor de 30% do serviço não é muito, eu sei. Não vai deixar ninguém mais rico. Mas é uma forma de protesto. Se todas as pessoas que sofrem com atrasos fizessem isso, quem sabe as coisas não seriam diferentes? Quem sabe no nosso país as coisas não terminariam sempre em pizza, né?! O dever de todo consumidor é exigir seus direitos. Então deixo aqui uma pergunta para reflexão:



Conseguiu receber a indenização? Conte nos comentários como foi, quanto tempo levou, etc. Compartilhe sua experiência! E não deixe de compartilhar esse artigo com os amigos.

22 de maio, dia do abraço!

Compartilhar O Laço e o Abraço

Meu Deus! Como é engraçado!
Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço... uma fita dando voltas.
Enrosca-se, mas não se embola, vira, revira, circula e pronto: está dado o laço.
É assim que é o abraço: coração com coração, tudo isso cercado de braço.

É assim que é o laço: um abraço no presente, no cabelo,
no vestido, em qualquer coisa onde o faço.
E quando puxo uma ponta, o que é que acontece? Vai escorregando...
devagarzinho, desmancha, desfaz o abraço.

Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido.
E, na fita, que curioso, não faltou nem um pedaço.
Ah! Então, é assim o amor, a amizade.
Tudo que é sentimento. Como um pedaço de fita.

Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora,
deixando livre as duas bandas do laço.
Por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade.
E quando alguém briga, então se diz: romperam-se os laços.

E saem as duas partes, igual meus pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço.
Então o amor e a amizade são isso...
Não prendem, não escravizam, não apertam, não sufocam.
Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço!

Mário Quintana







 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...